Precisamos enfrentar para valer esses dois problemas”, destacou ao participar de debate promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide). Na avaliação do ministro, os investimentos nessas áreas devem ser os vetores do crescimento brasileiro nos próximos anos.

Ao falar da conjuntura econômica, o ministro argumentou que a retomada do crescimento dos Estados Unidos é fundamental para a economia mundial, sobretudo por conta do desenvolvimento tecnológico associado à economia americana. Mauro Borges ressaltou ainda que o ciclo recessivo das economias desenvolvidas teve efeitos deletérios para a indústria brasileira.

No entanto, ele ponderou que, ao contrário de outros países, não houve aqui desestruturação produtiva. “Passamos pelos momentos mais difíceis da crise internacional com quase pleno-emprego”, observou.

O ministro destacou, também, que momentos de dificuldades criam, ao mesmo tempo, desafios e oportunidades. “Passamos por uma fase de reflexão coletiva na busca de soluções”, assinalou, ao lembrar do conceito de destruição criadora do economista austríaco Joseph Schumpeter. De acordo com Schumpeter, em uma economia de mercado, as inovações dos empresários impulsionam o crescimento econômico sustentado no longo prazo.

Com o tema “Metas para o Desenvolvimento da Indústria e do Comércio Exterior”, o encontro reuniu cerca de 300 lideranças empresariais dos mais variados setores.

Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - publicado em 25/08/2014


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS