Programa piloto permite que companhias listadas realizem a emissão de ações preferenciais

O regulador de títulos da China definiu regras nesta sexta-feira (21) para um programa piloto que permite que companhias listadas realizem a emissão de ações preferenciais, abrindo o caminho para o muito aguardado esquema a ser lançado logo, no que o regulador chamou de uma grande reforma no mercado de capitais.

Megatendências preveem um futuro no qual os governos deverão atentar, entre vários fatores, para o alto crescimento intelectual da população e da preocupação com o meio ambiente, além do atual aumento da expectativa de vida e de uma forte inclusão e ascensão social

Relatório realizado pela empresa KPMG aponta detalhadamente nove megatendências mundiais que vão demandar a atenção dos governantes de todo o mundo nos próximos 20 anos.

Segundo ministro do Desenvolvimento, Mauro Borges, evento é passo importante para integração comercial com o bloco econômico

A presidenta Dilma Rousseff esteve na Bélgica para o VII Encontro Empresarial Brasil-União Europeia, que aconteceu nesta segunda-feira (24), em Bruxelas. Antes da cerimônia de abertura do encontro, ela participou de reuniões com o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, e o presidente da Comissão Europeia José Manuel Durão Barroso.

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 5713/13, apresentado pelo deputado Sergio Zveiter (PSD-RJ), que autoriza as empresas a deduzirem do Imposto de Renda (IRPJ) parte dos gastos em projetos ecológicos - relacionados, por exemplo, a reflorestamento, uso social da água, arquitetura e urbanismo, redução da poluição e contra deslizamentos em áreas de risco.

Atraso em obras vitais para reduzir os custos de produção e de transportes deixa o Brasil sem capacidade de competir no exterior e pressiona a inflação. Ministério da Fazenda calcula que, apesar da demora dos leilões, país contratou R$ 80,3 bilhões em investimentos

Governos que se apegam à ideologia para definir projetos que podem levar o país a dar um salto de modernidade, com melhora substancial na qualidade de vida das pessoas, merecem o castigo das urnas. No Brasil, infelizmente, a maior parte dos eleitores parece não se dar conta do tamanho da fatura que a economia está pagando por tamanho descalabro, sobretudo no que se refere à infraestrutura.