Parceria entre os dois países pode melhorar eficiência da produção brasileira e mudar matriz energética chinesa, altamente dependente de carvão e petróleo

Pequim - O presidente da China, Xi Jinping, disse nesta terça-feira em uma reunião com graduadas autoridades de que o governo deve trabalhar para impulsionar o ímpeto do crescimento, no momento em que este dá mais sinais de fraqueza na segunda maior economia mundial.