São Paulo - O chinês HNA Group assinou acordo para se tornar acionista da Azul Linhas Aéreas Brasileiras por meio de investimento de 1,7 bilhão de reais por fatia de 23,7 por cento do valor econômico da companhia aérea, obtendo direito a assento no Conselho de Administração da empresa.