Em matéria assinada pelo jornalista Roberto Rockmann, a Vallya foi convidada a comentar a presença asiática no setor, bem como as perspectivas de desenvolvimento e de entrada de novos investidores. O teor principal de nossa entrevista envolveu a racional de investidores chineses e coreanos sobre o setor elétrico e de óleo e gás, nos quais a Vallya trabalha ativamente. Abaixo, trechos selecionados de nossa participação:

“Larissa, que morou por cinco anos na China, diz que o interesse do país asiático pelo setor de energia é impulsionado pelos abundantes recursos naturais do Brasil e pela semelhança do tamanho territorial entre os dois países, ambos demandam investimentos em grandes hidrelétricas e milhares de quilômetros de linhas de transmissão. Esse interesse será ampliado. Em maio de 2015, em visita ao Brasil, o governo chinês firmou acordo para criar um fundo de investimentos de US$ 20 bilhões para serem investidos em infraestrutura nos dois países. O fundo está agora na reta final de costura entre os governos brasileiro e chinês e deve ser anunciado nos próximos meses. ‘A área de energia é bastante madura e deve atrair muitos investimentos e alavancar a vinda de novas empresas. O foco do fundo são retornos atrativos e os chineses buscam rentabilidade superior a dos títulos americanos’, aponta Larissa.”

Em outro trecho da reportagem, sobre o setor de óleo e gás, lê-se: “Para Márcio Félix, secretário de petróleo, gás natural e combustíveis renováveis do Ministério de Minas e Energia, a desregulação em gás pode trazer novas empresas e até US$ 27 bilhões em investimentos nos diversos elos da cadeia nos próximos anos. ‘O setor desperta o interesse de novos investidores, como grupos coreanos’, diz Larissa, da Vallya.”

 

O teor completo das reportagens, que cobrem temas como Térmicas, Etanol, Biomassa, Nuclear, Eólica, Solar, Geração Distribuída, Transmissão, Distribuição, Petróleo, Pré-Sal, entre outros, está disponível para assinantes do jornal Valor Econômico através do link www.valor.com.br. A revista também encontra-se à venda nas bancas.

Reportagem Valor setorial Energia

 

Reportagem Valor Setorial Energia

 


BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS